• melody erlea

quem procura acha, quem espera sempre alcança, paciência é uma virtude: a saia amarela


[fotos: the sartorialist, the streetfashion5xpro]


em 2011 uma pequena melzinha obcecada por olhar fotos de looks na interwebs descobriu, enquanto navegava pelo blog the sartorialist, as fotos de uma moça bem com cara de italiana usando uma saia amarela até o chão (era a grande fase da tendência das saias maxi, uma fase péssima pra andar em escada rolante, fiquei com a bunda de fora algumas vezes, admito). eu já tava na fissura das saias longas por algum tempo, mas aquela saia amarela e aquela mulher italiana fizeram eu finalmente querer me vestir pra expressar minha criatividade.


não que eu já tenha saído no dia seguinte já expressando toda minha criatividade, até porque a mente tava inspirada mas as roupitchas eram todas as mesmas de sempre, não era fácil assim.


a real é que por algum tempo stalkeei a vida online de eleonora carisi, a dona da saia amarela, e stalkeei as lojas da vida real em busca de uma saia comprida amarela. lembro nitidamente como se fosse ontem de um dia, um ou dois anos depois de começar a saga da saia amarela, de estar num show ao ar livre em algum lugar aqui em são paulo e na minha frente, bem pertinho de eu poder encostar, passar uma menina com uma saia amarela comprida e plissada. pqp meu coração afundou, quase quis ir atrás dela e oferecer pra comprar POR QUALQUER PREÇO, mas me contive. quase chorei mas sou fina e deixo as lágrimas caírem só dentro da minha cabeça mesmo.

consegui conter a fantasia de tentar achar a tal da saia plissada amarela, mas a saia amarela eu segui buscando. comprei uma saia cor de mostarda no bom retiro, nessas lojas de fábrica que não pode nem experimentar, e quando cheguei em casa o negócio era tão mal planejado, mal moldado, mal cortado e mal costurado que não apenas ficava horrível em mim - ficava horrível em qualquer pessoa e não havia reparo que desse jeito naquela coisa.


também comprei uma amarelo neón de malha numa loja de shopping, que era tão comprida mas tão comprida que eu usava como vestido e ainda precisava colocar sapato de plataforma. não era a cor que eu queria nem o caimento e eu definitivamente não queria um vestido. além de tudo era de um material de péssima qualidade e bem rápido ela ficou desbotada e laceada.


no comecinho do ano passado, no meu primeiro bazar de trocas, eu quase gritei quando vi: uma saia amarela comprida e plissada. era mais fluida, levinha e transparente do que o que eu tinha imaginado, mas pohan, era a saia amarela plissada caindo dos céus nas minhas mãos. ficou grande, passei pruma amiga, espero que estejam felizes juntas - porque eu fiquei amargurada por um breve período de tempo, confesso.

mas foi breve porque acabei esbarrando na saia amarela perfeita no brechó garagem 750 (da onde veio também minha jaqueta da vivienne westwood, ou seja, uma póta dum brechó). não era plissada, mas era o tom certo de amarelo, além de ser uma modelagem assim meio sereia que eu achei muito bela.


eu prossegui com o protocolo tradicional do repete roupa e a usei por uma semana todinha, da qual registrei 4 visus, e pode não ter sido em semana de moda européia mas pelo menos foi na rua - praticamente uma eleonora carisi tropical e de baixo orçamento.


e bem na vibe da eleonora, mesmo: todas as fotos da galeria lá em cima são da mesma época, de alguma semana de moda em 2011, e uma das coisas que eu achei mais legal, lááá atrás há 8 anos, foi ver essa it girl da moda, fotógrafa de desfiles e de editoriais, fashionista européia linda fodona repetindo a saia várias vezes num evento de moda, sendo fotografada com ela diversos dias. aquele recado low-key pro pessoal que frequenta desfile de moda e inventa um visu completamente inédito todo santo dia pra todo sempre.

e quem reparar bem vai ver que além da saia, eleonora usou a mesma sandália de plataforma do jeffrey campbell em todos os visus, curiosamente com meia todas as vezes. (essa sandália do jeffrey cambpell foi outra obsessão que tive nessa época, mas ao contrário de uma saia amarela que dá pra encontrar por aí, os sapatos dele custam algumas centenas de libras e eu ainda não tô podendo - mas vou dizer que hoje em dia tenho um par de sapatos de plataforma jeffrey campbell, quem sabe um dia eu conto essa história!)


lá no meu pinterest tem mural com meus visus preferidos da eleonora carisi, vale a pena dar uma olhadela!

fotos will cavagnolli

  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone YouTube
  • Black Pinterest Icon
  • Preto Ícone Tumblr
  • Preto Ícone Spotify

RECEBA A NEWSLETTER