• melody erlea

tentando voltar com a programação: a saia lápis listrada


lá em 2017 eu repetia roupa semanalmente - escolhia uma peça e usava de segunda a domingo, fotografava e postava aqui, com as datas certinhas, o que fiz em cada dia que aquela roupa foi usada, se fiquei confortável, se me incomodou, se tive problemas técnicos com a roupa, se passei calor ou frio.

era ótimo: eu aprendia sobre minhas roupas, não apenas sobre como usá-las mas sobre o que dava certo ou não. ano passado não tinha mais desafio de repetir roupa, mas segui fazendo as fotos semanais. às vezes eu repetia uma peça, às vezes era uma semana temática, às vezes eram só minhas roupas normais que eu usava sem pensar muito e fotografava semanalmente pois era assim que eu achava que esse blog tinha que funcionar.

mas em algum momento de 2018 eu pensei que não precisa ser mais assim, né? eu não preciso mais fotografar toda roupa que eu uso - antes era importante pelo registro das repetições, ano passado seguiu legal nas semanas temáticas, mas a real é que tem vezes que eu simplesmente não tô afim de pensar em roupa e não tem porque eu querer fotografar os visus de todos os dias.

então a partir de agora vou esperar ter alguns visus com a mesma peça (afinal eu sigo repetindo roupa, só não a mesma roupa por uma semana seguida) aí fotografo e posto aqui.

e a primeira dessa leva vai ser a saia lápis listrada, que garimpei no meu bazar de trocas ano passado! esse bazar de trocas foi uma benção na minha vida, quase um terço do meu guarda-roupa é agora do bazar, e se eu uso e não curto muito, é só botar pra jogo de novo no próximo - rotação de peças sem gastar grana e de quebra testo umas coisas diferentes, roupas nas quais não gastaria dinheiro mas que agora tenho a possibilidade de levar pra casa e ver qualéqueé.

eu tô numa vibe mais neutra desde o meio do ano passado e graças ao bazar de trocas consegui adicionar umas roupitchas pretas e cinzas no guarda-roupa - senão eu estaria muito infeliz com minhas roupas nesse momento. a saia lápis listrada foi um item ótimo pra chamar de meu: é neutra, como eu queria, e é diferente da maioria das minhas saias midi, que são rodadas, coloridas e estampadas. assim eu consigo uma silhueta mais urbana, menos boa moça, e me sinto mais moderna.

esses foram os 4 jeitos que usei a saia até hoje (tenho ela desde dezembro), e me achei bem gata em todos eles. mesmo com as listras horizontais e esse comprimento que não seria o ideal pra minha altura (dizem) não me achei achatada ou alargada - e mesmo se achasse, não ia ligar, o que importa é a sensação que a roupa trás, não o que as pessoas enxergam.




  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone YouTube
  • Black Pinterest Icon
  • Preto Ícone Tumblr
  • Preto Ícone Spotify

RECEBA A NEWSLETTER