• melody erlea

ano novo, blog novo (ou: adicione aqui qualquer outro título clichê de renovação)


não sei se sobrou por aqui alguma das minhas antigas leitoras do blog, mas se sim, bem vindas de volta! desanimei do blog por um tempo, fiquei com preguiça de fazer meus posts semanais de visu, mas agora começo de novo com esse site bem lindinho feito inteiramente por mim (por isso bem simples, mas por aqui sigo flertando com o minimalismo então gostei dessa estética clean, ainda que meio tosquinha).


por aqui eu tô curtindo as férias, reavaliando minha relação com o repete roupa e bem afim de voltar a escrever fora do instagram - e acho que esse novo espaço vai me ajudar com isso. por enquanto vou reafirmar meu compromisso anual de não comprar supérfluos com a minha tradicional listinha de compras aprovadas do ano.


em 2018 minha lista tinha coisas bem ambiciosas tipo um sofá, câmera fotográfica e celular, e agora tenho esses bens necessários porém custosos, então pra 2019 vou tentar enxugar a lista ao máximo. a boa nova é que tô cada vez mais confortável com isso de não comprar, tenho zero tentações com lojas tradicionais de rua e shopping; especialmente roupas, mas todo tipo de lojinha costumava ser uma tentação - agora brechó tem sido minha única fonte de consumo).


a má nova é que tenho certas pendências da vida adulta bem urgentes que tão penduradas desde a minha lista de 2017, então nos primeiros meses do ano quero focar a grana e o foco nisso.


então, sem mais delongas:


COMPRAS APROVADAS DE 2019

- renovar a habilitação

- gastos fixos: aluguel, luz, gás, gastos com o carro (gasolina, ipva, manutenções), internet, spotify, supermercado (ração de cachorro incluída), produtos de higiene e limpeza quando acabarem, e eventuais créditos pra celular

- uma ou duas calcinhas absorventes (tenho duas mas elas não tão dando conta)

- um brinquedinho novo para a matilda (os dela tão beeem acabadinhos, tenho os mesmos desde que a adotei em 2017 - eu sou dessas que remenda os brinquedos, mas não tá mais rolando)

- discos de vinil de segunda mão

- ebooks, se eu não achar a versão gratuita para download

- shows, exposições, viagens e experiências

- artes e trabalhos de amigos

- renovar passaporte

- delineador preto quando o meu acabar

- achados em brechó (tô pensando em estipular um valor anual pra essas compras, mas ainda tô na dúvida)

- posts patrocinados no instagram e facebook (às vezes uma blogueirinha precisa de um help na divulgação)


NÃO POSSO COMPRAR EM 2019

- cosméticos em geral

- objetos de decoração, abajures, quadros (a não ser algo feito por alguém querido ou algum achado incrível em brechó/antiquário)

- coisas da daiso

- coisas de papelaria e escritório

- livros físicos

- coisas de cozinha (a não ser que sejam realmente necessárias)

- roupas, bijuterias, sapatos, bolsas, óculos de sol de lojas que não sejam de segunda mão (e de preferência só se eu tiver precisando)

- tv a cabo, celular pós pago, apps pagos no celular, coisas de internet

- porrinhas eletrônicas no geral

- presentes (a não ser algo simbólico ou que eu saiba que a pessoa quer/precisa)

- dvds e cds (sei lá se alguém ainda compra isso, mas vou colocar na lista por desencargo de consciência)

- roupa íntima e meias (tenho bastante em bom estado ainda, mas, claro, no caso de ser necessário posso comprar)

- roupa de praia, cangas, chapéus

- cinema (desculpa, gente, não gasto 30 mangos pra ver filme com gente estranha mastigando pipoca)


terminei essa lista e fiquei meio bolada porque mesmo com objetivos de compras bem delineados ainda tô achando a lista de compras aprovadas meio grande - MAS, pensemos pelo lado bom, se a lista de compras proibidas não existisse a de compras aprovadas seria ainda maior. então, pra mim esse ano, não é mais sobre não comprar nada como foi no início do blog - é sobre medir prioridades, amores materiais, necessidades e trazer pra minha casa só o que realmente faz sentido.


(tô soando como a marie kondo, mas a real é que é isso aí, depois de me desintoxicar do consumismo no primeiro ano desse blog fica bem mais fácil enxergar o que eu comprava pra preencher um vazio e me adaptar às expectativas sociais e o que eu compro porque me faz bem - tipo discos de vinil)


(aliás, já que estou nessa, acho que vou começar hoje a série dela no netflix, vai que me inspira a voltar a escrever sobre minimalismo e desapego)


(esse post vai acabar assim, com três parágrafos entre parênteses e sem conclusão clara, meu jeitinho - a cara do blog muda mas a bagunça na minha cabeça segue a mesma)

  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone YouTube
  • Black Pinterest Icon
  • Preto Ícone Tumblr
  • Preto Ícone Spotify

RECEBA A NEWSLETTER