• melody erlea

as cores dos anos 80 e o vintage dos anos 50: cindy lauper em 1984


se você, assim como eu, saturou de ver os mesmo vestidos do red carpet do oscar e o mesmo tapa na cara que aparentemente foi a única coisa minimamente inesquecível do evento, me dá a mão: vamos lá prum tapete vermelho de 1984, pra bisoiar um luquinho explosivo de cindy lauper nos grammys!


eu amo celebridades que valorizam o vintage e a originalidade - e não tô falando de usar um vestido de gala vintage da chanel que uma personal stylist dos famosos descolou de algum acervo milionário. tô falando de vintage-vida-real, vintage sem etiqueta, sem grife, mas com muita história.


por isso eu AMOOO essa roupa doida e colorida da cindy lauper, que tá em basicamente qualquer lista das "roupas mais LoUcAs usadas nos grammys" que você achar na internet. o colar de frutas, o cabelo colorido, a saia de abacaxi, o blazer brilhoso oversized com ombreiras enormes, tules amarrados na cabeça e no ombro, meia arrastão vermelha...... cindy parece a imagem perfeita de todo o clichê colorido e explosivo da moda oitentista.


o curioso é que antes dela..... ninguém se vestia assim. a madonna também tinha um estilo maximalista, mas com mais influências do punk e muito menos cores e estampas misturadas. numa entrevista pra revista rolling stone, no mesmo ano dessas fotos, cindy disse que até pouco tempo antes pessoas jogavam pedras nela por causa de suas roupas - e agora ela era parada na rua por gente querendo saber onde comprar o que ela usava. ela tinha acabado de lançar seu álbum de estréia, she's so unusual, e seu 1o single, girls just wanna have fun (um cover!!) tava bombando ao redor do mundo.


a gente sabe que a pessoa tem bom gosto - mesmo se ela pe meio espalhafatosa - pelos vintages que ela escolhe. ta vendo a saia? é uma saia mexicana vintage, dos anos 50, do tipo que eram pintadas à mão nas ruas da cidade do méxico e vendida como souvenir para turistas norte-americanos.

a popularização da moda típica mexicana aconteceu no boom econômico do pós 2a guerra, quando as classes médias norte-americanas passaram a ter mais tempo livre e acesso a viagens. a proximidade da california com o méxico fazia com que muitas turistas voltassem de lá inspiradas pela moda local - e foi assim que se criou uma moda exclusiva pra turistas, ainda que tipicamente mexicana: as saias rodadas pintadas a mão.


elas não eram usadas localmente pelas mexicanas, mas suas pinturas representavam a vida local - cactos e outros tipos de vegetação, festas típicas, figuras míticas astecas e maias, satisfazendo o desejo turístico sem comercializar em massa as roupas típicas usadas de verdade pelas mulheres locais.

brechós nos eua especializados em vintage, especialmente os da california, onde a tendência pegou pesado, costumam ter essas saias à venda - agora imagina comigo uma cindy lauper pré-fama, encontrando essa saia num brechó, só pra cumprir seu destino de ganhar o grammy com seu primeiro single????? imagina uma saia de algodão que saiu das mãos de uma artesã mexicana na década de 50 pra ir parar nos grammys em 1984?


eu fico tão emocionada :~

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo