• melody erlea

boneca russa nos leva numa viagem no tempo de schrodinger


passando no seu feed a blogueirinha que gosta de viver perigosamente e postar coisa em horário que o algoritmo não recomenda - mas é que eu terminei a 2a temporada de boneca russa na netflix e precisava deixar aqui registrada a minha gratidão ao universo e ao mistério da vida que me colocou pra existir bem numa época que as pessoas decidiram escrever umas personagens femininas foda que dão gosto de ver.⠀

nadia vulvokov, interpretada pela maior de todas natasha lyonne, ficou presa no seu próprio aniversário de 36 anos na 1a temporada de boneca russa, bem estilo dia da marmota (mas ao invés da mocinha ser simplesmente o interesse romântico à mercê da manipulação do protagonista bill murray, a mocinha É a protagonista, e de ~mocinha~ ela não tem nada). ⠀


quer dizer: ela morre, reseta o tempo igual um vídeo game, e volta pra festa de niver pra começar tudo de novo. de novo e de novo e de novo e de novo.⠀

na 2a temporada, que se passa 4 anos depois, às vésperas de seu aniversário de 40 anos, nadia ainda não acredita que as coisas voltaram ao normal e segue esperando uma morte repentina e tudo começar novamente, lá na festa de aniversário da 1a temporada. ⠀


acontece que o feitiço do tempo preparou uma OUTRA pegadinha pra ela dessa vez - ela entra no metrô e quando sai, na sua estação de destino, descobre que foi transportada pra nova york de 1982, quando ela mesma estava prestes a nascer.⠀

durante as duas temporadas, nadia passa do desespero, ao niilismo, ao cuidado completo, ao descaso absoluto, à sensação de auto-importância à conclusão de completa insignificância própria, até a coisa ficar tão doida, entrelaçada em si mesma, um grande dilema de schrodinger transformado em entretenimento hollywoodiano, que até os conceitos mais clichês e batidos como amizade, amor, família, maternidade e história se descolam de seus significados.⠀


(ou talvez isso tudo seja só pira minha, causada pelo magnetismo completo de natasha lyonne, seus cabelos vermelhos, seus blazers impecáveis e seu isqueiro preso na cintura da calça. CHEF'S KISS)

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo