• melody erlea

misfits, a única série de super heróis possível



fez sucesso nos stories então decidi trazer pra cá uma das minhas sugestões de séries incríveis, fora do circuito de streamings, e bem distante das mecânicas hollywoodianas de narrativa: misfits, série britânica que rolou de 2009 a 2013.⠀

em misfits, um grupo de delinquentes juvenis se apresenta pro seu 1o dia de serviço comunitário, durante o qual são acometidos por uma tempestade muy doida com granizos do tamanho de poltronas. um raio os atinge, e depois que todos acordam do desmaio, umas coisas muito loucas começam a acontecer entre elas os super poderes que os jovens começam a desenvolver.⠀

assim, a gente tá falando aqui de jovens criminisos, seres inaptos para convivência social comum, cada um deles mais bizarro e desagradável que o outro - e eles ganham superpoderes que representam o pior lado de sua característica mais marcante.⠀


fazem parte do grupo curtir, atleta prodígio que foi pego com cocaína, simon, weird british boy, tímido e ouvinte de pós punk, alisha, a garota sexy e festeira, nathan, o rapaz mais insuportável pelo qual você vai se permitir apaixonar, e minha preferida pessoal, kelly, a garota periférica durona com o mais maravilhoso sotaque, representando a subcultura mais subestimada do reino unido, os chavs.⠀

além do humor escrachadíssimo, irônico, sem papas na língua, cada episódio traz uma situação em que nossos """"super heróis"""" precisam usar seus poderes e trabalhar em grupo pra resolver algum pepino, normalmente relacionado a outras pessoas em londres que também ganharam super poderes na mesma tempestade doidona. esquece a velha dinâmica de heróis e vilões, e se prepare pra uma viagem - porque, juro, até viagem no tempo tem, e ela está presente em diversas modalidades.⠀


e se tudo isso não foi o bastante pra te convencer: a trilha sonora é deliciosa, cheia daquela sonoridade roquinho indie sleaze britânico dos anos 2000-2010.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo