• melody erlea

mission hill, o simpsons hipster


com o mega sucesso de simpsons no início dos anos 90, muitos estúdios de tv começaram a investir em animação - todo mundo queria estar na mesa quando o novo simpsons fosse inventado. mtv e nickelodeon foram pioneiras, mas fox e warner não ficavam muito para trás.


mission hill, produzido pela warner bros em 1999, surgiu nessa leva - e como muitas outras animações da época, durou apenas uma temporada, e acabou atingindo um status meio cult.

a ideia da warner bros era satisfazer uma parcela dos telespectadores que não era contemplada em simpsons - a galera de vinte-e-poucos anos - já que em simpsons todos os personagens tinham de 30 pra cima ou de 12 pra baixo. para isso, foram chamados 2 dos criadores e um roteirista de simpsons: bill oakley, josh weinstein e dominic polcino (que também escreve rick&morty).


na mesma vibe de downtown, sobre o qual falei uns posts atrás, mission hill retrata a vida de um grupo de jovens que dividem um apartamento num bairro hipster de uma cidade grande genérica (as inspirações foram ny, san francisco, boston e portland - mission hill é o nome de um bairro em boston próximo da onde um dos criadores do desenho cresceu).

com um estética bem ousada, cores neon, traços fortes, mission hill tinha uma vibe tão parecida com downtown (produzido pela mtv), que até o nome original era parecido: downtowners. antes do lançamento, os produtores mudaram o nome por motivos óbvios.


a rixa warner/mtv era tão óbvia que mission hill tem um episódio inteirinho dedicado a zoar a mtv - emissora que eles chamam de mega-corporação sem escrúpulos obcecada por lucro e que obriga todo mundo a só ouvir discos e artistas lançados pela gravadora polygram.

nesse episódio, a mtv chega em mission hill pra gravar um temporada do reality show "the real world" (que passava no brasil com o nome "na real", cês lembram? eu amava kkkk), e os protagonistas do desenho decidem tentar boicotar o programa, mandando um dos participantes pro hospital no caminho.


além de algumas vibes bem nostálgicas 90s - tipo o dia que elesvão a um show de ska, além de todas as tribos urbanas da época representadas, dos góticos aos new wave macrobióticos - mission hill conseguiu alguns feitos à frente de seu tempo - os proprietários do apartamento onde eles vivem são um casal de homens gays na meia idade, e a série chegou a ganhar um prêmio pelo retrato positivo e não-estereotipado do casal.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo