• melody erlea

esse não é um post sobre emily in paris



eu não ia fazer post sobre emily in paris porque, pra começar, a única emily que devia estar em paris é a que teve seu tapete puxado por andy (a eterna princesa de genovia) no diabo veste prada.⠀

mas teve uma coisa que eu não consegui deixar de reparar:⠀

a presença em peso da estampa pied de poule em vários dos figurinos. a @modaem360 já comentou, e eu achei bem curioso o uso dessa estampa - inclusive numa cena em que tanto emily quanto sua chefe sylvie estão, as duas, usando pied de poule. é um figurino quase monotemático.⠀


pra emily, essa escolha é óbvia: é o jeito que ela arranjou de "ser mais francesa" no vestir. e se por um lado parece fazer sentido (o nome da estampa é em francês, minha gente, até porque imagina vestir uma estampa chamada PÉ DE GALINHA, credo), por outro é uma grande ironia, já que a estampa chama originalmente hound's tooth (dentinho de cachorro) e é originária da escócia, não da frança.⠀



se a emily apareceu com esse xadrezinho estiloso em todo tipo de tecido e em todas as cores, em sua origem ele vinha sempre em preto e branco, e era feito em lã, alternando 4 linhas claras e 4 linhas escuras pra criar o efeito - apenas IMAGINEM o trabalho e o cuidado.⠀

a roupa pied de poule mais antiga conhecida é um manto que foi achado num pântano sueco - estima-se que o dono do manto esteja morto há pelo menos 2300 anos.⠀

cês tão ligadas que essa estampa que emily usa tão informalmente já existia mais de 300 anos antes de jesusinho? isso é que é design, minha gente, isso é que é atemporalidade.⠀



olha aí uma foto do manto histórico e um close bem lindo do pied de poule feito em lã milenar. QUE COISA LINHA, MINHA GENTE, ARTE PURA!⠀

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo