• repeteequipe

Sol em Britney Spears: a temporada de Sagitário chegou!

Por Thais Lucena


Será que fica chato dizer que o Sol vai entrar no signo mais legal de todes só porque é o signo da repete-astróloga? Bom, se ficar, vocês me avisam porque o Sol vai entrar em Sagitário kiriiiiidaaaaassss! ¯\_(ツ)_/¯ E, por mais que algumas pessoas duvidem, é sim uma transição brusca de Escorpião pra Sagitário.


Se em um signo falamos de profundidades, fins, crises, mortes, renascimentos e desapegos no signo seguinte falamos sobre como podemos abrir nossos olhos pra ver o mundo diferente depois de deixar a vida apenas com o essencial. Se em um tem contração, no outro tem expansão. Se em um tem medo, no outro tem confiança. Se em um tem dores no outro tem alegrias. E se tem uma reprsentante do signo que passou algumas vezes por essa transição, essa pessoa foi Britney Spears.


sou de sagitário e meu boy faz parte do n'sync okei?

Se você é uma jovem maior de idade como Mel e eu, acompanhou momentos de muito sucesso, glamour e brilho dessa cantora super potente mas também viu suas crises e angústias, seguidas de internações e problemas com a guarda das crianças. Contando ainda com o mundo macho em que vivemos, ser uma mulher independente, livre e liberta pode incomodar muita gente. Por mais que tenham muitas outras questões envolvidas nessas crises, o fato que nos interessa aqui é o transitar entre o signo de Escorpião e Sagitário que fica evidente na vida de Britney.


Regido pelo maior planeta do nosso Sistema Solar, Júpiter, Sagitário fala sobre como podemos ser maiores que nós mesmas, como ensinar e aprender tantas coisas lindas que expandem e aumentam nossa auto percepção & criatividade e abrem espaços importantes dentro do ego.



Outra raynha, dessa vez preta e brasileira, é a xará Tais Araújo. Reconhecida mundialmente por sua carreira como atriz, é mãe de um menino e uma menina e esposa de Lázaro Ramos, formando com ele casal brasileiro preto mais bem respeitado da profissão. Já sofreu diversos ataques racistas (e 20 de novembro esteve aí) os quais enfrentou corajosamente o público, a mídia e os fãs para não baixar a cabeça e seguir fazendo seu trabalho. Coragem e defesa de seus ideias é também uma marca Sagitariana. Mas nem tudo são só belezas no signo da Astrolinda. O exagero e o julgamento extremo também fazem parte dessa energia, quando mal equilibrado (ou seja, quando não pensa no seu oposto complementar que é Gêmeos),



Sagitário entra pelo cano do seu foco constante e perde a capacidade de abrir espaço para olhar novas ideias. Pode querer ser dono da razão, arrogante, autoritário e deixar certas coisas com uma imensa lupa. Falta a leveza Geminiana pra ver as oportunidades ao redor, não bitolar tanto numa certeza qualquer e se permitir errar.


Apesar de gostar de farras, festas, brincadeiras e palhaçadas, a metade cavalo da centaura pode ser perigosa com sua mania de sinceridade. Não à toa faz parte do Eixo da Comunicação e do Aprenzidado. Essa alegria toda é pra aprender a tocar experiências, ser solidária e aceitar de uma vez por todas que somos sim metade bicho-bicho e metade bicho sapiens.


Por isso, nessa temporada, aprenda o máximo que puder. Confie. Sorria. Abra o olhar. Seja tão grande quanto sempre quis ser. Até porque, ainda hoje, temos outra transição importante. O Sol-razão muda de assunto e a Vênus-valores-amores também muda. De Libra pra Escorpião, sai da ponderação lá pro fundão. Na Astrologia mais tradicional Vênus em Escorpião está no Exílio por estar o mais distante de uma de suas casas, Touro. Teria nessa interpretação um quê de angustia, apego, ciúmes, controle e abandono.


Atualmente muita s astrólogas passam a ver Luz e Sombra de um mesmo signo, trazendo também características positivas pra onde antigamente só tinha tensas previsões. Particulamente vejo Vênus em Escorpião como uma intensa e envolvente apaixonada. Se entrega profundamente as coisas que ama e quer tê-las/estar com elas a todo custo. Não tem muito espaço pra ir devagar. É um passo e cair do abismo dentro do que se ama.


Talvez aí esteja o conflito. Vênus, como regente também de Libra, lembra que relação é acordo, é equilíbrio, é dar um passo e esperar que a outra pessoa dê o outro passo. E se em um passo já se está lá no fundo, a outra, pra te alcançar, tem que descer fundo também. É possível que as relações andem por aí nesse período. No lugar mais guardado e mais escondido que elas escontrarem. Nos becos escuros da palavra atravessada, no quarto sem luz do segredo guardado, no ralo entupido da mágoa mal digerida.


É por aí que teremos que andar. Pelas frestas, rachaduras, entranhas e silêncios que temos acumulados pandemicamente nas relações. E pra elas levar um reboco, uma lamparina, uma palavra ou um abraço. Porque é dentro das entranhas que moram os laços duradouros. É dentro da lama nasce a lótus. E é dentro do caos que se encontra nova ordem. O que for pra ficar, ficará. O que for pra ir, cumpriu sua missão. Por isso, nesse tempo de razão-aprendizado e amor-renovação, se permita abrir, de verdade. Plutão e Escorpião também estão relacionados as riquezas guardadas no fundo da terra (seja ela nosso corpo ou a Mãe-Terra). Aproveite para trazer o que tem guardado e acolher o que vier das outras. Nem tudo será lindo, mas como certeza será de extremo valor.


***

sobre a autora:

Thais Lucena é astróloga formada pela Escola Regulus. Formada também como comunicadora e atriz, une as pontas de sua vida produzindo conteúdo no canal @astrolinda_ onde fala sobre astrologia, arte, negritude, feminismo, amor e espiritualidade. Atua como astróloga e professora de astrologia de forma presencial e virtual.

0 comentário
  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone YouTube
  • Black Pinterest Icon
  • Preto Ícone Tumblr
  • Preto Ícone Spotify

RECEBA A NEWSLETTER