• melody erlea

um pequeno adeus a bill withers


ao saber do falecimento de bill withers, tive improvisar aqui uma singela homenagem ao cantor que tá no top 5 melhores artistas soul de basicamente toda pessoa que tenha ouvidos.

catei umas fotos que achei nos meus arquivos e fiz essas montagenzinhas celebrando meu disco favorito dele, o still bill, e também o disco clássico just as i am - que tem a famosíssima ain't no sunshine e a belíssima grandma's hands, que, além de uma declaração de amor às avós desse mundão, é a fonte do sample icônico que foi usado na canção no diggity, do blackstreet com dr. dre, cês lembram? tá aí pros curiozzy! e se curtir, vale a pena checar a versão do chet faker, é de chorar (não disse por onde)

just as i am, da onde saiu grandma's hands, é provavelmente o álbum mais popular de withers, mas still bill é, pra mim, o mais incrível. toda as músicas, até as mais melosas, são soul puro e parecem crescer, se tornando mapas do tesouro pra gente ir prestando atenção em cada barulhinho, cada instrumento que entra, cada nota.

still bill é um disco perfeito. tem uma música pra cada vibe: tem música de amor eterno, tem música de tesão, tem música sobre beijar, tem música sobre amizade, música auto-ajuda, música gospel de jesus, tem música pra depois de transar e tem a melhor música de ciúme da história (me desculpa john lennon e seu jealous guy): who is he and what is he to you, que vocês podem ouvir abaixo.

ainda quero destacar a canção use me, também do disco still bill, que é uma música ótima sobre saber que ele é apenas um pau amigo e, mais importante, ele tá curtindo.

tem uma vesão da fiona apple dessa música que é boa demais, de um jeitinho que só fiona sabe fazer ao vivo:

eu amo essa música porque, além de ser maravilhosa, foi escrita por um cara que basicamente foi casado com a mesma mulher a vida toda (desde 76!) e, afora um caso de violência doméstica com sua 1a esposa, que veio a tona logo antes de eles se divorciarem em 74, não se envolveu em escândalos e parecia ter um relacionamento estável e equilibrado.

saca quão raro isso na música? pensa marvin gaye e todos seus bafões com as esposas e outras tantas mulheres: isso era meio que a norma, e bill withers fez tipo a patti smith no rock - se esquivou de toda a loucura.


  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone YouTube
  • Black Pinterest Icon
  • Preto Ícone Tumblr
  • Preto Ícone Spotify

RECEBA A NEWSLETTER