• melody erlea

uma ode ao estilo de joe strummer


uma ode ao estilo de joe strummer, vocalista do the clash - o homem que inspirou o crush ideal que até hoje mora na minha cabeça.


joe strummer tá na minha tríade sagrada de homens estranhos que eu amo, ao lado de mark lanegan e nick cave. ouvir the clash pela 1a vez expandiu meus pequenos e adolescentes horizontes mentais de um jeito indescrítivel, e joe strummer não apenas liderou a banda - ele se posicionava sem meias palavras contra o racismo e o fascismo e foi uma das mentes por trás do festival conhecido como woodstock do punk: o rock against racism, de 1978. foi também nessa época que ele compôs a canção white riot, uma convocação a todos os punks brancos para que agissem e se posicionem contra a extrema direita e a polícia.



e, assim, pensa num hómi estiloso. tipo, pensa num hómi cujo estilo virou epítome da estética de todo um movimento de contracultura.



strummer arrasava nos itens clássicos punk: jaqueta de couro, cabelo moicano, camisetas de protesto, roupas ~destroyed. mas ele tinha algumas assinaturas de estilo, coisas que se repetiam em seus looks e tornavam o estilo dele só dele.

o cara, assim como eu, curtia uma roupa com história. várias de suas peças mais usadas, como jaquetas e sapatos, continham todas as marcas e desgastes de uma roupa que viveu uma loucuras. se você reparar bem, vai ver que em várias das fotos ele tá com o mesmo sapato branco - um modelo de creepers da marca george cox, uma grande preferida da juventude trabalhadora alternativa inglesa desde os teddy boys, nos anos 1950 até os punks nos anos 70. a incrível história dessa marca de sapatos vai ficar pra outro post, mas fato é que joe strummer amava os dele e usava muito.


strummer vinha, inclusive, de uma banda cujo estilo era mais rockabilly, remanescente da estética teddy, e da onde trouxe outra das suas referências mais usadas em looks: a camisa country. repara bem, vira e mexe ele tá usando, às vezes acompanhada de botas de cowboy pra completar o visu.


o hómi mais estiloso do movimento punk 77, agora devidamente eternizado e homenageado no repeteroupa, um dia depois de seu aniversário.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo