• melody erlea

você tem medo do escuro?



se tem algo no qual os anos 90 foram imbatíveis era nas séries infantis - numa década em que canais como nickelodeon e fox kids cresciam e se espalhavam pelo mundo, havia investimento e interesse em histórias novas, autênticas e inteligentes, e as séries eram meio que um laboratório de novos talentos do audiovisual. bons tempos, antes do disney channel pasteurizar tudo.


"clube do terror" foi um dos frutos desses tempos criativos, criado pela nickelodeon pra competir com "goosebumps - contos da cripta", série distribuída pela fox kids, baseada na série de livros de terror de sucesso de mesmo nome.


só de ver essa abertura a gente já consegue sentir a atmosfera noventista, de um tempo em que narrativas infanto-juvenis na tv podiam ser ousadas e diversas. clube do terror não tem xurumelas - é terror mesmo, com temas e situações que realmente assustariam uma criança.


a vibe toda da série contribui pra isso, para além dos créditos de abertura, e cada episódio da 1a temporada (disponível no amazon prime) fica um pouquinho melhor que o anterior.


clube do terror traz a cada semana uma nova história de terror, contada por um dos membros da "midnight society", que existe desde 1937 e reúne um seleto grupo de amigos num local secreto no meio do mato ao redor de uma fogueira pra contar contos aterrorizantes.



assistir a esse programa na infância era toda uma experiência - pra mim, criança crescida em são paulo, a própria ideia de um grupo de adolescentes se encontrando sozinhos à noite no meio do mato, sem supervisão adulta, já era fantástica o suficiente.


como adulta, reassistindo o programa, me parece absurda a simples concepção desses adolescentes: eles não apenas se reúnem para contar e ouvir histórias, mas também discutem os pormenores do que escutam e analisam as possibilidades de interpretação. mas mais do que isso: as histórias de terror que eles contam não são contos que eles leram, ouviram ou assistiram em algum lugar - são histórias que eles mesmos criam, escrevem, e memorizam pra contar!


qualéqueé, gente, os adolescentes dos anos 90 eram mesmo tão mais legais que os de hoje em dia ou era só, como quase tudo na tv, uma grande invenção de mentes fantasiosas?


seja como for, me dá uma saudade desses tempos televisivos que vou te contar, viu.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo