• melody erlea

volta ao mundo em uma jaqueta


nada como o dia de hoje pra relembrar a incrível história da jaqueta-sci-fi-boliviana de lula, que ele repete em todo evento importante desde que a ganhou de presente de evo morales (e eu só posso esperar que ele a vista no dia da posse)!


essa jaqueta é a prova de que moda é um fenômeno global que ultrapassa as amarras das dinâmicas capitalistas ocidentais e quaisquer fronteiras culturais e históricas, e nos lembra que cada pedacinho do mundo e da história das civilizações humanas está, de alguma maneira, conectada - com linha, agulha e tecido, cada segundinho da nossa história está costurada, mesmo que às vezes seja difícil enxergar.


a jaqueta, produzida com matéria prima boliviana pela estilista boliviana beatriz canedo patiño, tem a mesma origem, acreditem se quiser, que o uniforme de star trek picard. difícil acreditar? pega na minha mão e vamos dar uma volta ao mundo através de uma jaqueta!

⠀⠀

pierre cardin, lá nos anos 60 e 70, já tava levando a china e o japão a sério muito antes de qualquer outra marca européia. o estilista não apenas fazia desfiles e vendia produtos naquela região da ásia, ele também estudava minuciosamente certos detalhes de arquitetura e vestimenta.⠀⠀

⠀⠀

uma das caraceterísticas das roupas chinesas que ele mais curtia era a gola mandarim, ou cheongsam - ele achava elegante e prática, e se tem uma coisa que cardin gostava era moda bonita e funcional: aprazível de ver e fácil de usar.⠀⠀

⠀⠀


e para cardin, o "uniforme masculino" de camisa abotoada com colarinho passado, amarrado numa gravata e coberto por um terno também de colarinho passado não soava prático nem confortável. foi por isso que, inspirado na gola chinesa criou, nos anos 60, o "cylinder suit", ou terno cilíndrico: um blazer sem colarinho, de gola reta e estruturada, pra ser usado sem gravata. curiosamente quem gostava de usar uma versão da criação eram os beatles, e eles usavam com gravata ¯\_(ツ)_/¯⠀⠀

⠀⠀

como quase tudo que cardin criou, a estética foi assimilada pela ficção científica e pela moda futurística - por isso a coincidência estética nos uniformes de star trek

⠀⠀

e onde entra o lula nessa história?, você há de perguntar.


pois pega essa: enquanto, na europa, pierre cardin experimentava com a mistura das estéticas ocidentais e orientais, aqui na américa do sul, principalmente na região dos andes, um design muito parecido se desenvolvia: o liquiliqui, uma vestimenta típica usada em festividades, simbolizando o homem do campo ou o chefe político/militar.



a origem do liquiliqui pode ser a mesma do cylinder suit de cardin: acredita-se que a modelagem possa ter vindo da china ou, até mesmo, da influência dos antigos unformes militares franceses, que também haviam servido como referência história para pierre e seu terno cilíndrico.


a estilista beatriz patiño, além de ser referência no uso de lã de alpaca, matéria-prima típica dos andes, estudou design na frança, com foco nas técnicas e modelagens de pierre cardin - e foi aí que ela desenvolveu sua versão do liquiliqui, feito de lã de alpaca, bordado da maneira tradicional boliviana, e com a pegada militar-espacial que só quem é discípulo de pierre cardin consegue trabalhar com maestria.


o alfaiate manuel sillerico produz os designs

um design boliviano contempoâneo inspirado por um design típico regional combinado com um design francês criado por um estilista italiano inspirado nas vestes tradicionais chinesas. nunca a expressão "o mundo dá voltas, queridinha" fez tanto sentido.⠀⠀

1 comentário

Posts recentes

Ver tudo