um blog sobre repetir?

o repete roupa nasceu dia 1º de janeiro de 2017, quando eu decidi que precisava rever a relação que eu tinha com moda e consumo.. era muito dinheiro gasto em muita roupa que era pouco usada, sem contar o resto das quinquilharias que eu comprava. muito esmalte que eu nem sequer gosto de usar, maquiagem que eu usava porque achava que precisava, bugigangas fofas aleatórias, coisas de escritório, decoração, livros.... um monte de coisa que eu já tinha mas queria ter mais. 

depois de ler o blog da cait flanders, decidi seguir os passos dela: fiz minha lista do que seria permitido ou não comprar no ano de 2017 (a lista tá aqui, ó) e iniciei minha jornada. porque moda e roupa eram, decididamente, meu maior ponto fraco, adicionei ao desafio de um ano sem comprar supérfluos um segundo desafio, pra que eu aprendesse a me deslumbrar com as roupa que eu já tinha no armário - decidi repetir uma peça de roupa semanalmente por um ano.

hãn?

toda segunda-feira eu escolhia uma peça de roupa do meu guarda-roupa e usava a semana inteirinha, cada dia de um jeito diferente. 

passei a não apenas enxergar muito mais

nas roupas que eu já tinha, mas também aprendi a cuidar, lidar, preservar e armazenar pra poder usar a roupa todos os dias sem que ela ficasse suja ou fedida (às vezes ficava mesmo assim, aí eu me permitia trocar, acontece, vida real)

após um ano de desafio, renovei minha lista de compras permitidas pra 2018 (tá aqui, ó) e passei a variar um pouco os desafios semanais: às vezes repetia uma peça, às vezes me vestia a partir de um tema, às vezes eu nem pensava direito nas roupas (porque depois de um ano pensando todo dia no que vestir eu cansei de leve). em 2019 eu renovei os votos e minha lista de compras permitidas e proibidas tá aqui.

o ano do desafio, 2017, tá aqui nessa página pra quem quiser voltar às origens do repete roupa e se inspirar.

com o tempo acabei expandindo os assuntos e agora falo sobre política, minimalismo, cultura pop, feminismo e, claro, moda - sem tendência, sem produto must have, sem publi post: tem moda politizada, tem história da moda, ainda tem visu vezenquando (principalmente lá no instagram)...

por aqui você vai encontrar um leque de assuntos diversos para a mulher que repete roupa: eu, você (espero) e toda outra mulher real e da hora desse brasilzão.