• melody erlea

chega 2022: niver de 5 anos do RR e a volta da lista anual de compras


eu sei que tava todo mundo até ontem celebrando o ano novo, mas pra mim a celebração real oficial é hoje, dia 2 de janeiro: nesse dia, há 5 anos, eu criei o @repeteroupa, e, vou te contar, QUE VIAGEM DOIDA E DELICIOSA!


se você chegou aqui recentemente, talvez você não conheça a origem desse meu querido bloguinho. eu criei o RR em 2017 pra tentar rever minha relação com roupa e consumo, que tava tóxica e financeiramente incabível. eu também tinha acabado de perder meu emprego e precisava economizar.

então, inspirada nas jornadas de duas mulheres diferentes, a @caitflanders e a @mourajo, criei meu próprio desafio, cuja duração seria um ano. eu fiz uma lista de tudo que eu consumia que eu considerava essencial, e durante 2017 não gastei um único centavo com coisas supérfluas. a lista incluía coisas que eu sabia que ia precisar comprar durante o ano e meus gastos fixos mensais. ao longo do 1o ano do RR, em 2017, eu não comprei roupas, sapatos, acessórios, decoração, papelaria, NADA. foi bem massa. eu continuei fazendo essa lista em 2018 e 2019 - aí chegou 2020 e vocês sabem como foi; não consegui segurar compromisso nenhum que não fosse simplesmente sobreviver sem enlouquecer.


mas lá em 2017, meu problema maior era com roupa, e por isso decidi deixar o desafio mais divertido e temático: de 1o de janeiro a 31 de dezembro de 2017, semanalmente eu escolhia uma peça de roupa do meu armário e a usava de segunda a sábado, cada dia de um jeito diferente.

a ideia era explorar o potencial do meu guarda-roupa e os limites da minha criatividade ao me vestir, e foi uma das coisas mais legais que eu já fiz! aprendi sobre meu corpo, sobre o que realmente gosto ou não, roupas rasgaram, mancharam, estragaram irremediavelmente, desapeguei de MUITA coisa, e, de lá pra cá, nesses 5 anos, eu perdi completamente meu senso de estilo - e depois o reencontrei.


quando meu ano sem consumir supérfluos acabou, eu passei a consumir roupa - e mais tudo que fosse possivel - apenas de segunda mão. e nesse caminho, ao longo de 5 anos, eu reconstrui meu guarda-roupa, lentamente, de maneira consciente, garimpando com paciência, errando e acertando. e hoje posso dizer que TODAS as minhas roupas - das quais 90% são de segunda mão - são minhas roupas preferidas!


além disso, o espaço virtual do RR foi também evoluindo e se encontrando - e hoje a gente conversa sobre cultura pop, política, histórica, e moda de todas as maneiras em que ela se manifesta!


pra celebrar esses 5 anos, eu planejei duas coisas! uma delas é o repete-zine, sobre o qual venho falando nos stories faz algumas semanas (amanhã volto aqui pra falar mais sobre ele!).

a segunda coisa é o retorno ao meu desafio de não consumir supérfluos. em 2020 e 2021 eu não tive sequer sanindade pra pensar no que era essencial ou supérfluo, e lidei com muito da minha ansiedade, solidão e medo comprando roupa. tudo de brechó, tudo de segunda-mão - mas agora preciso de tempo e atenção pra usar todas essas roupas, que já me deixam tão feliz só de olhar pro meu closet :3 quero que elas me façam feliz me vestindo também :3


e assim, depois de dois anos de hiato, segue minha lista de compras aprovadas pro ano de 2022!!!!


gastos fixos/essenciais

- aluguel, luz, internet, gás, celular

- gastos com transporte e automovel (incluindo combustivel, manutenção, IPVA, multas e estacionamento)

- mercado (alimentação/higiene/limpeza)

- cosméticos (apenas pra repor o que acabar): delineador preto, protetor solar facial, creme hidratante

- gastos com a matilda (veterinário, ração, brinquedos, vacinas, etc)

- streamings: spotify, amazon prime

- máscaras de proteção (pff2/cirurgica)

- VOU PRECISAR ESSE ANO: trocar o box do banheiro (já fiz!), renovar passaporte, comprar tv


gastos permitidos

- discos de vinil

- bares e restaurantes

- shows, exposições, viagens, experiências

- trampos e arte de amigos

- tatuagens

- livros para o kindle (caso não ache versão gratuita)

- roupa: um casaco preto de inverno (sobretudo - já comprei!), um par de botas, um item vintage imperdível

- substituir qualquer item que quebre/seja danificado ou perdido

- promover posts no instagram


qualquer coisa que não estiver nessa lista não pode ser comprada, a não ser que haja alguma justificação plausível. e, sim, eu serei a juíza, mas vocês tão aqui como minhas testemunhas: eu prometi que não ia comprar mais nada esse ano!


vamo comigo? faz sua lista de itens essenciais, me dá a mão, e se joga!

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo