• melody erlea

tapete vermelho como você nunca viu


eu não queria voltar desse meu sumiço falando sobre roupa inacessível de tapete vermelho e celebridade deslumbrada, ainda mais com esse delay depois que todo mundo já postou, mas isso vai acontecer por dois grandes motivos.

o primeiro é que, vocês sabem, eu amo um visu com história. e amo mais ainda quando diferentes histórias do mundo pop se cruzam por causa de roupa. o segundo é que eu assisti euphoria agora nas férias e estou recém obcecada pela zendaya, que eu já achava ótima mas agora tem estado muito na minha mente, não a toa na mente de todo mundo que acompanha moda e tapetes vermelhos. isso por causa do visu que ela usou no critics choice awards uns dias atrás: esse look pink com saia fluida e uma placa metálica no busto, tudo da nova coleção do tom ford que foi desfilada em setembro e já apareceu na capa da harper's bazaar vestida por gwyneth paltrow.



eu, honestamente, lembrei imediatamente de game of thrones, da cersei e de seus vestidos que eram finalizados com bustos de armadura, mas a referência mais óbvia, acho, é o busto de issey miyake de 1980.

uns dos mais icônicos, que curiosamente também me remete as roupas da cersei, são as placas de metal dourado do YSL de 1969 - esse desfile foi todo um fuzuê, lindo demais. os bustos foram moldados a partir do corpo da modelo verushka, uma das maiores top models dos anos 60.

jody watley, cantora soul, usou um busto do issey miyake (aquele de 1980) no programa soul train em 88 e eu queria ter um de cada cor (o vermelho é poderoso, mas o azul, vish).

thierry mugler também é um escultor da moda e desfilou bustos quase surrealistas em 89 e depois em 98, numa versão mais séria.

alexander mcqueen, expert do drama na passarela, desfilou um busto transparente com minhocas dentro em 96, depois em 99 um outro que parece uma coisa meio frankenstein, em couro com costuras visíveis e acompanhando próteses de madeira para as pernas. em 2007 ele voltou com um busto dourado, bem deusa egípcia.

hussein chalayan em 2009 soltou na passarela visus predominantemente cinzas, pontuados por bustos coloridos, e em 2014 francesco scognamiglio vestiu suas modelos com terninhos, alfaiataria e casacos de inverno, e por baixo deles bustos que cobriam do pescoço ao umbigo.

mas não existe moda de passarela que cresça nas nossas imaginações como moda de tapete vermelho. look de red carpet, quando feito direito, faz a gente viajar no tempo, relembrar grandes estilistas, cruzar momentos e pessoas da cultura pop e sonhar com um dia, quem sabe, poder arrasar na nossa vida do jeito que zendaya arrasou com esse visu pink.

pra mim, afora esse visu da zendaya que já se tornou histórico e icônico, dois bustos de tapete vermelho se destacam: em 2012 a cantora shym usou um busto transparente que deu o que falar, e ano passado kim kardashian mandou um visu meio deusa grega de thierry mugler, pra prestigiar o estilista numa mostra sobre sua obra.

e, claro, quem já tinha arrasado no look peitcholas de plástico é jane fonda, naquela loucura de filme que é barbarella - que inclusive é de 68, um ano antes do busto dourado de YSL!

e não é só zendaya que tá carregando a história da moda e da cultura pop em um look: billy porter chegou, como sempre, trazendo aquele espetáculo no corpo. gostei mesmo das tattoos falsas de borboleta, que li pela interwebs representavam a comunidade lgbt, mas que me fizeram pensar imediatamente em salma hayek no vmas de 1998.

e se estamos falando de salma e suas borboletas, impossível não lembrar da rainha das borboletas e dos arco-íris, mariah carey.

ela tem uma tatuagem falsa eterna de borboleta nas costas, que muda de cor e aparece mais ou menos brilhosa dependendo da ocasião. amo demais!

e para além das tattoos temporárias, salma e mariah parecem ter realmente o mesmo gosto (e o mesmo amor por borboletas).

melhor que zendaya e billy porter homenageando toda a segunda metade do século XX na moda e no mundo pop, só joaquim phoenix, fazendo públicos seus votos de repetir o mesmo look social em todos os eventos dessa temporada. jane fonda já havia anunciado a mesma decisão de repetir a mesma roupa toda sexta-feira e diz ter parado de comprar itens de vestuário. será que veremos jane por aí reutilizando a tendência-barbarella? afinal ela disse que agora só repete roupa, queria ver ela desenterrar uns tesouros desses, imagina? aguardo ansiozzy por esse momento.


bônus!


eu tinha esquecido que zendaya já tinha mostrado sua predileção por armaduras no met gala de 2018, numa versão bem mais literal do que a rosa-metálica desse ano.



UPDATE (17/janeiro)


o assunto dos bustos na moda foi tão longe que estou atualizando a coleção nos meus destaques no instagram! de cavaleiros do zodíaco a grace jones, todo tipo de armadura fashion. cola lá!

  • Black Instagram Icon
  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone YouTube
  • Black Pinterest Icon
  • Preto Ícone Tumblr
  • Preto Ícone Spotify

RECEBA A NEWSLETTER