• melody erlea

a obra-prima de matisse tá no vaticano



decidi, nos últimos minutos do dia das mães, resgatar essa foto de mil-novescentos-e-mamãe-gostosa e repostar essa história.⠀

essa é minha mãe em 1997 no museu de arte religiosa moderna do vaticano, posando com essas roupas coloridas que parecem kimonos.⠀


eles são, na verdade, vestimentas católicas desenhadas por henri matisse nos anos 50. SIM, matisse era estilista de bata de padre, quem diria, né?⠀

foi assim: durante um tempo uma enfermeira chamada monique bourgeois cuidou de matisse. além de enfermeira, ela era freira na ordem dos dominicanos, reclamava que a ala das freiras em sua capela dominicana era feia e pediu pro pintor a redecorar e deixar mais agradável. ⠀

ele fez mais e melhor e deu uma capela inteirinha de presente pra sua amiga e enfermeira.⠀


o artista desenhou, construiu e decorou a capela do rosário na cidade de vence, no sul da frança, pra monique. o cara construiu um prédio inteirinho do zero para que uma ordem católica da qual sua enfermeira fazia parte pudesse ter uma igreja única, original e especial.⠀

matisse era ateu e alguns outros artistas (tipo picasso) acharam um absurdo ele se envolver com religião - mas pra ele não tinha nada a ver com religião, e sim com amor e carinho pela arte e por sua enfermeira.⠀


o pintor fez também as casulas coloridas dos padres - as cores das casulas representam as estações litúrgicas da igreja e são também bem representativas da arte de matisse, né? coloridas e abstratas, do jeitinho que eu gosto da minha arte.⠀

henri matisse considerava essa capelinha sua grande obra-prima, assim como eu sou a grande obra-prima de mamãe - e fica estabelecida assim uma relação direta entre mim e o vaticano mesmo eu nunca tendo colocado os pés lá.⠀


tcharam!⠀

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo